Paisagismo.jpg

Quando se trata da importância de flores e folhagens dentro de casa, logo associa-se a questão estética, porque lógico, cai muito bem na decoração. Mas você já parou para pensar nos benefícios que algumas plantas podem fazer aos seus pulmões? Ambientes fechados podem acomodar substâncias prejudiciais à saúde. Confira algumas espécies que além de trazer muita beleza para os ambientes, auxiliam na limpeza do ar:

O Lírio-da-paz (Spathiphyllum wallisii) é uma das melhores plantas purificadoras, porque remove compostos orgânicos voláteis do ar. Não exige muita manutenção. É cultivada a meia-sombra em vasos. A espécie não tolera temperaturas baixas, sendo recomendada apenas para regiões tropicais e subtropicais. Cuidado: a planta é tóxica para bichinhos de estimação.

Mais que deixar o ambiente bonito, a Hera-inglesa (Hedera helix) é uma poderosa purificadora de quase todos os compostos tóxicos, fora a amônia. Além disso, multiplica-se facilmente. Pode ser cultivada em vasos como planta pendente, ou apoiada, e para revestimento de muros e paredes. Cultive a pleno sol ou meia-sombra.

A Espada-de-São-Jorge (Sansevieria laurentii) libera oxigênio à noite, além disso, absorve dióxido de carbono. Mantenha a planta em um local a pleno sol ou a meia-sombra. Apresenta boa resistência ao calor tropical, bem como ao frio.

Além de ser ótima para decoração, a Dracena-de-Madagascar (Dracena marginata) filtra o ar! Planeje bem o local, pois ela precisa de espaço para crescer. Quem tem pet deve evitar, já que é tóxica. Cresce melhor no sol, então você deve deixar perto de aberturas como portas de vidro e janelas. A planta não tolera temperaturas baixas.

Fonte: www.jardimdasideias.com.br