Fique por dentro

Notícias de mercado, dicas, matérias e muitos outros assuntos relacionados a construção, decoração e reforma.

Arquivo de "2015/04"

6 dicas para escolher móveis para a cozinha


15.jpg

A cozinha costuma ser o ambiente mais gostoso da casa, não é verdade? E com uma dose de estilo, bastante personalidade e bom gosto, esse espaço pode se tornar também super bonito e funcional. Para tanto, é necessário escolher bem os móveis que completarão a composição do ambiente. E foi pensando nisso que resolvemos listar algumas valiosas dicas para que você acerte em cheio na escolha dos móveis da sua cozinha.

Pense no tamanho da cozinha

Para começo de conversa, é preciso pensar no tamanho dos móveis. Por mais incrível que seja aquela mesa maravilhosa ou seu armário dos sonhos, se o móvel for grande demais para o espaço disponível, a escolha será equivocada. Assim, meça a área, faça um esboço do seu projeto decorativo e leve as medidas com você quando você for comprar os móveis.

Pense no design

Que nos perdoem os móveis feios, mas beleza é um tanto quanto fundamental, não concorda? Ao comprar novos móveis para sua cozinha, considere o design do produto, opte por peças bonitas, esteticamente adequadas para o ambiente, bem conservadas e que dialoguem com o seu projeto de decoração. Se sua cozinha é moderna, invista em uma mobília igualmente moderna. Se a cozinha for rústica, invista em móveis rústicos. Se ela for clássica, siga a linha clássica. Manter a coerência nos estilos é crucial para quem ainda tem um pouco de receio de misturar demais e acabar com um cômodo sem pé nem cabeça!

Pense na funcionalidade

Mais do que qualquer outro cômodo, a cozinha precisa ser extremamente funcional, até porque, como é lá que são preparadas as refeições, o espaço é muito utilizado. Sendo assim, ao escolher seus móveis, coloque na balança também sua funcionalidade. Para tanto, aposte em peças versáteis, dispense itens supérfluos, priorize o espaço de circulação e opte por móveis fáceis de limpar. Além disso, planeje tudo de modo que o uso no dia a dia seja facilitado. Nesse cenário, um gabinete debaixo da pia e armários suspensos, por exemplo, são essenciais.

Pense na organização

Outro aspecto crucial na escolha dos móveis para a cozinha é a organização, afinal, esse espaço sempre acumula vários itens, o que o torna propício à bagunça. Para evitar que o caos tome conta do ambiente, vale a pena investir em armários para armazenar adequadamente os copos, as travessas e as louças, incluir paneleiros para os jogos de panela, separar gaveta para os talheres e nichos para galheteiros e temperos, tudo para facilitar a organização do espaço.

Pense na agilidade

Se você adora exclusividade, não abrindo mão de detalhes personalizados, o ideal é escolher móveis diferentes e com um design único. Nesse caso, investir em móveis sob medida é uma ótima opção, embora custe mais caro do que comprar móveis já prontos, padronizados. Nesse caso, será preciso se perguntar sobre o que é mais importante para você: a economia ou a originalidade.

Pense na qualidade

Por último, mas não menos importante, observe a qualidade dos móveis, optando por marcas confiáveis e empresas de renome no mercado. Além disso, procure saber mais sobre a matéria-prima do produto, veja o tempo de garantia oferecido, priorize materiais resistentes, como madeira e MDF, deixe os vidros apenas para os detalhes e verifique a opinião de outros consumidores sobre o móvel.

Fonte: http://blog.casashow.com.br

6-dicas-para-evitar-dores-de-cabeça-com-a-reforma-da-casa-2-1.jpg

6 Dicas para evitar dores de cabeça com a reforma da casa


6-dicas-para-evitar-dores-de-cabeça-com-a-reforma-da-casa-2-1.jpg

Reformas não são nada simples! É uma quebradeira danada, poeira para todo canto, barulho bem acima dos decibéis recomendados, sacos e mais sacos de entulho, além, claro, dos tradicionais e irritantes atrasos. E essas são apenas algumas das consequências problemáticas — e quase inevitáveis — das obras em casa. Mas se esses problemas não podem ser evitados, eles pelo menos devem ser minimizados, não concorda? Então veja a seguir algumas valiosíssimas dicas para evitar imprevistos e lidar melhor com os contratempos que, eventualmente, possam surgir durante sua próxima reforma:

Planeje com antecedência

A melhor maneira de evitar ser pego de surpresa ao longo da obra é planejar todos os detalhes com antecedência. Coloque seus planos no papel, defina se vai reformar a casa inteira ou um cômodo específico, estipule um valor máximo para gastar e o tempo que você pretende dedicar à reforma. Lembre-se de que quanto maior for a obra, mais dinheiro e mais tempo deverão ser investidos. Então esteja preparado para isso!

Contrate profissionais confiáveis

Quer evitar dores de cabeça no futuro? Então contrate profissionais confiáveis para gerenciar e executar a obra. Ainda que você precise pagar um pouco mais caro pelo serviço de arquitetos, engenheiros, pedreiros e gesseiros bem recomendados, é preferível escolher profissionais experientes e com boa reputação no mercado do que ter que refazer etapas depois, não acha? Por isso, nada de contratar profissionais sem referências com a única finalidade de economizar, porque o barato pode acabar saindo caro.

Calcule o material de forma precisa

Tome cuidado para não comprar materiais insuficientes para completar o serviço. Ao fazer isso, você corre o risco de, por exemplo, o produto sair de linha, o que o obrigará a escolher itens de marcas, cores, tamanhos e texturas diferentes. Um baita transtorno, certo?

Nós podemos te ajudar a calcular adequadamente os materiais para sua obra. No site da Casa Show você encontra aplicativos para calcular pisos e tintas.

Foque em uma etapa por vez

Mesmo que você tenha a intenção de reformar a casa inteira, não tenha pressa para fazer tudo de uma vez só. Controle sua ansiedade, pois, como diz o ditado, a pressa é inimiga da perfeição. O ideal é fazer um cronograma com as etapas da obra e se dedicar a uma fase por vez. Só passe para a próxima etapa quando a anterior estiver devidamente concluída. Essa estratégia evita problemas relativos a obras inacabadas ou serviços mal feitos.

Monitore o andamento da obra

Para garantir a qualidade da reforma e se certificar de que tudo está ficando como você sonhou, é ideal que você monitore o andamento da obra, instruindo os funcionários e controlando os serviços. Mas lembre-se de que é necessário ser delicado e bastante educado nessa supervisão.

Dê um destino ao entulho

Para garantir a boa convivência com os vizinhos e manter a higiene da sua casa, assim que a obra for concluída ou sempre que uma boa quantidade de entulho se acumular, alugue uma caçamba para fazer o descarte. E para fechar com uma dica de ouro, saiba que, quando o entulho é pouco, normalmente a própria prefeitura municipal o recolhe. Consulte o regulamento da sua cidade e veja se pode usufruir desse direito!

Viu como suas obras não precisam ser encaradas como bichos de sete cabeças? Nem sempre reforma é sinônimo de problema! Então pense nisso e capriche na próxima obra! Com um bom planejamento, você terá uma casa totalmente renovada, sem complicações e sem estresse!

Fonte: http://blog.casashow.com.br

O jornal certo para
quem constrói o futuro.

11 4029.2034
11 4098.4849
ID 978*32590

Ou envie para contato@jornalconstrucao.com.br

Região: Cabreúva, Indaiatuba, Itu, Porto Feliz, Salto, Jundiaí, Itupeva.
Classificados gratuítos exceto: pessoas jurídicas, prestação de serviços e cia.