Fique por dentro

Notícias de mercado, dicas, matérias e muitos outros assuntos relacionados a construção, decoração e reforma.

Paisagismo

Paisagismo.jpg

Agentes da natureza! Confira 4 plantas que purificam o ar


Paisagismo.jpg

Quando se trata da importância de flores e folhagens dentro de casa, logo associa-se a questão estética, porque lógico, cai muito bem na decoração. Mas você já parou para pensar nos benefícios que algumas plantas podem fazer aos seus pulmões? Ambientes fechados podem acomodar substâncias prejudiciais à saúde. Confira algumas espécies que além de trazer muita beleza para os ambientes, auxiliam na limpeza do ar:

O Lírio-da-paz (Spathiphyllum wallisii) é uma das melhores plantas purificadoras, porque remove compostos orgânicos voláteis do ar. Não exige muita manutenção. É cultivada a meia-sombra em vasos. A espécie não tolera temperaturas baixas, sendo recomendada apenas para regiões tropicais e subtropicais. Cuidado: a planta é tóxica para bichinhos de estimação.

Mais que deixar o ambiente bonito, a Hera-inglesa (Hedera helix) é uma poderosa purificadora de quase todos os compostos tóxicos, fora a amônia. Além disso, multiplica-se facilmente. Pode ser cultivada em vasos como planta pendente, ou apoiada, e para revestimento de muros e paredes. Cultive a pleno sol ou meia-sombra.

A Espada-de-São-Jorge (Sansevieria laurentii) libera oxigênio à noite, além disso, absorve dióxido de carbono. Mantenha a planta em um local a pleno sol ou a meia-sombra. Apresenta boa resistência ao calor tropical, bem como ao frio.

Além de ser ótima para decoração, a Dracena-de-Madagascar (Dracena marginata) filtra o ar! Planeje bem o local, pois ela precisa de espaço para crescer. Quem tem pet deve evitar, já que é tóxica. Cresce melhor no sol, então você deve deixar perto de aberturas como portas de vidro e janelas. A planta não tolera temperaturas baixas.

Fonte: www.jardimdasideias.com.br

fruta.jpg

Aprenda a cultivar árvores frutíferas em vasos


fruta.jpg

Ter o prazer de colher uma fruta direto do pé parece um desejo distante de quem vive na correria do cotidiano. Mas é possível sim! Você pode ter árvores frutíferas produzidas em vasos, mesmo que você seja orgulhosamente urbano. Para ajudar você a cuidar de cada detalhe nessa empreitada, separamos as dicas mais importantes:
—————————————————————————————————————————
1. Espécie: romã, araçá, acerola, pitanga, jabuticaba, laranja, bergamota, kinkan, limão e por aí vai.
—————————————————————————————————————————
2. Espaço: pode ser na varanda, no corredor, no jardim e até na sala, desde que você tenha uma janela grande com bastante luminosidade. É preciso tomar o cuidado com a área disponível, em média uma área de 2 m² para cada fruteira em vaso. Preste atenção no porte da planta, precisa ser de baixo ou médio.
—————————————————————————————————————————
3. Vaso: para cada tipo de árvore existe o vaso mais adequado. Em superfície e profundidade, esteja atento ao porte da frutífera. O vaso deve ter em média 20 litros - é importante ter espaço para as raízes se expandirem.
—————————————————————————————————————————
4. Terra: prepare a terra com uma mistura de 50% de terra orgânica e 50% de areia média de construção. No fundo do vaso, até uns 15 cm da altura, faça a cama de drenagem com pedriscos (não esqueça de que o vaso deverá ter alguns furos no fundo, para escoamento da água).
—————————————————————————————————————————
5. Sol e luz: as frutíferas só darão bons frutos se tiverem sol e luz durante, pelo menos, 6 horas, todos os dias.
—————————————————————————————————————————
6. Irrigação: dependendo do clima da sua região, uma frutífera em vaso precisará de até 3 regas por semana. Você pode fazer as regas em dias fixos reduzindo a quantidade em períodos de chuva e aumentando em época de muita seca.

Fonte: http://www.jardimdasideias.com.br

pasag.jpg

Criativo e funcional: é hora de fazer o seu próprio Jardim Vertical!


pasag.jpg

Os jardins verticais surgiram como uma alternativa criativa e funcional para quem vive no coração da urbanização e encontra cada vez menos espaço físico para criar jardins horizontais.

Além de criarem espaços mais agradáveis, os jardins verticais trazem muitos outros benefícios como a diminuição de efeitos de emissão de carbono, mais conforto térmico e até a redução
da poluição e dos ruídos que chegam da rua. Ficou com vontade de investir em um? Veja nossas dicas para você começar logo o seu:

Escolha o local:
Onde você fará o seu jardim vertical é um fator determinante na hora de escolher as espécies que mais se adaptam ao ambiente.

Se o seu jardim for externo, você deve optar por plantas que são cultivadas em sol pleno. Já na área interna, as espécies escolhidas devem ser de sombra.

Estrutura:Para montar um jardim simples você pode optar por vasos de barro, que absorvem melhor a água ou até mesmo estruturas prontas feitas de concreto ou plástico.

Certifique-se de que as raízes de cada espécie tenham espaço suficiente para se desenvolver e que o suporte escolhido aguentará o peso total da planta contando com a terra úmida.

Irrigação:
Os jardins verticais secam rapidamente já que a gravidade puxa a água para baixo. Você pode amenizar este problema escolhendo vasos que ajudem a reter mais água e segurando mais umidade. Outra solução interessante é usar essa gravidade justamente a seu favor escolhendo plantas que não precisam de muita água para ficar na parte superior do seu jardim vertical e plantas que precisam de mais umidade na parte inferior.

Fonte: http://www.jardimdasideias.com.br

arvoere.jpg

Conheça 4 árvores resistentes para se ter no quintal


arvoere.jpg

As árvores além de proporcionarem uma bela sombra e purificarem o ar do seu lar, ainda embelezam o seu espaço.

Que tal investir em espécies super resistentes que irão suportar diversas condições climáticas como seca, períodos de chuvas frequentes ou geadas? Esta pode ser uma ótima aposta para quem adora jardinagem mas que não possui muito tempo para os cuidados que a maioria das plantinhas demandam.

Listamos 4 espécies de árvores resistentes para você escolher a que mais combina com a sua casa! Confira!
—————————————————————————————————————————
Árvore de guabiroba
Esta árvore é uma das mais cultuadas nas regiões de Mata Atlântica e Cerrado. Mesmo preferindo clima úmido, esta espécie se adapta muito bem aos locais em que há períodos de seca e também em regiões frias, já que suporta temperaturas de até 0ºC. Frutífera, ela produz a guabiroba, fruta rica em proteínas e vitaminas do complexo B.
—————————————————————————————————————————
Umbu
O umbuzeiro já foi conhecido como a "árvore sagrada do sertão" e é uma planta que suporta estiagem por conta do seu ótimo armazenamento de água em suas raízes. Ela é propícia para o cultivo nas regiões da Caatinga e seus frutos são ricos em vitamina C.
—————————————————————————————————————————
Ipê roxo
Esta árvore é uma das favoritas para o plantio doméstico. O ipê roxo apresenta lindas flores e seu desenvolvimento anual é bastante satisfatório, podendo crescer até 1 metro por ano. É uma ótima opção para climas amenos e frios, como de regiões serranas, pois é resistente as geadas.
—————————————————————————————————————————
Pequizeiro
Outra árvore resistente ao calor e aos períodos de seca é o pequizeiro. Esta espécie consegue se regenerar durante as temporadas sem água, a ponto de ainda conseguir produzir frutos na primavera e no verão, de novembro a janeiro. O pequi é uma fruta típica do nordeste brasileiro e é rico em vitamina A, C e E.
Fonte: http://www.jardimdasideias.com.br

canteiro.jpg

Dicas para fazer belos canteiros


canteiro.jpg

Quem não sonha em ter um lindo jardim, cheio de cores, sombra e belezas para apreciar? Se você tem espaço na sua casa, pode sim fazer um cantinho verde todo especial. Um canteiro de cada vez e você chega lá! Confira uma seleção de dicas para um quintal digno de capa de revista!

1. Opte por plantas de uma mesma cor ou espécie. Esse é um truque muito visto em canteiros profissionais e dá um ar de organização e harmonia. Lavanda, equinácea púrpura, gallardia, amsonia e erva dos carpinteiros são belas opções.

2. Se você não quiser fazer o plantio diretamente no chão, pode utilizar vasos de tamanhos diferentes para compor o seu jardim. Outra prática bacana é reutilizar objetos para plantar suas espécies favoritas – de canecas à pneus, vale soltar a imaginação.

3. Se você não dispõe de muito tempo para cuidar dos seus canteiros, o mais indicado é optar por vegetações de pouca manutenção. Palmeias, ave-do-paraíso, filodendro, hortênsia, agapanto, camarão amarelo e buxinho ornamental são plantas de sol, apropriadas para espaços externos.

4. Dê forma aos seus arbustos. Para evitar que seu canteiro seja muito rebelde, o indicado é fazer podas regularmente. Utilize tesouras de jardinagem ou podadores para cumprir essa tarefa com mais facilidade. onheça os produtos STIHL acessando o site: http://www.stihl.com.br

5. Para escolher o melhor lugar para a criação do seu canteiro, pode ser necessária a ajuda profissional – seja um paisagista ou biólogo. É preciso levar em conta fatores como vento, incidência solar, estilo paisagístico, solo e tipo de terreno.

6. Para proteger os seus canteiros, cubra o solo com cobertura morta, que pode ser serragem grossa, palha, casca de pinus ou mesmo folhas secas. Essa proteção evita o surgimento de ervas daninhas e a perda de nutrientes.

Fonte: http://www.jardimdasideias.com.br

caminhos.jpg

Ideias de caminhos para jardins


caminhos.jpg

Ter um jardim nos aproxima da natureza e traz, não somente qualidade de vida, mas também diversas possibilidades de criação no ambiente. A seguir, confira algumas ideias inspiradoras para desenvolver caminhos em seu espaço verde.

- Caminho de Pedras: por serem de fácil manutenção, são práticas e trazem um aspecto natural ao ambiente. Combinam perfeitamente com qualquer estilo de jardim. As opções são inúmeras, por isso, brinque com dimensões e formatos.

- Mosaico: para os amantes de arte e trabalhos manuais, recomendamos os mosaicos. Eles trazem vida, cor e movimento ao espaço. Aqui não tem regras, se divirta nos formatos, cores, dimensões e tamanhos.

- Madeira: com o seu material exclusivo, a madeira nos aproxima da natureza com delicadeza. Aqui podemos nos inspirar nos formatos redondos, dormentes, retangulares, decks e pallets - essa é uma ideia bacana para o reaproveitamento de materiais.

- Tijolos: com seu aspecto rustico, os tijolos deixam o ambiente fofo e delicado, combinando harmonicamente com plantas e flores coloridas.

fonte: www.jardimdasideias.com.br

O jornal certo para
quem constrói o futuro.

11 4029.2034
11 4098.4849
ID 978*32590

Ou envie para contato@jornalconstrucao.com.br

Região: Cabreúva, Indaiatuba, Itu, Porto Feliz, Salto, Jundiaí, Itupeva.
Classificados gratuítos exceto: pessoas jurídicas, prestação de serviços e cia.